Exames realizados em recém-nascidos são fundamentais para identificar doenças e prevenir futuras sequelas

Toda criança nascida nos hospitais e demais estabelecimentos de atenção à saúde de gestantes, públicos e particulares, terá direito ao teste de triagem neonatal, a ser aplicado com o propósito de tornar possível o diagnóstico precoce de várias doenças. É o que prevê o projeto de lei 4164/18, de autoria do deputado Átila Nunes. O teste de triagem neonatal consiste no exame de algumas gotas de sangue da criança recém-nascida, extraídas, geralmente, na região do calcanhar. O exame é realizado com o objetivo de diagnosticar, precocemente, várias doenças, entre elas:  fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, hiperplasia adrenal, fibrose cística, anemia falciforme, entre outras. O teste de triagem neonatal será sempre aplicado na alta hospitalar, independente das condições de saúde do recém-nascido e os resultados deverão ser encaminhados aos pais ou responsáveis pela criança no prazo de quinze dias, contados da data de coleta do material.